12 frequencias

aquelas datas tão marcadas na memória
ficam, 
a cada dia,
com menos nitidez.




com mais opacidade.
a cada noite,
vão,
aqueles dias tão ignorados no calendário

playlist


Quando o dia começa sufocado de saudade
o jeito é deixar que alguns refrões resolvam o que não pode ser mudado.


Definitivamente


a pior das traições que podemos sofrer é a que fazemos diariamente com nós mesmos
quando modificamos a nossa vida pelo outro

a pior das traições que podemos causar é a de alma
quando desrespeitamos o sentimento do outro e o nosso também

a pior das traições que podemos vivenciar é que projetamos
quando a expectativa nunca sobrepõe a realidade construída





(...)
e quando tudo fica assim
comum demais.

Traços de um rascunho perfeito

Józef  Wilkón
Instigante foi o tempo do anonimato. Os dias que, apenas eu, conhecia seu talento. As semanas que somente nós sabíamos um do outro: com gente por perto, mas com ninguém por dentro. 

Passou e, 

a causa é o próprio tempo. 
O tempo que leva para enxergar a nossa volta, além de nós mesmo. 

a causa é, também, o conhecimento. 
O teu conhecimento e amadurecimento pro mundo. 

a causa é, a maior de todas elas, a confiança. 
Aquela que ganhamos com as rupturas e os recomeços inesperados da vida.

Permaneceu...

a admiração mútua
o carinho incontrolável
e uma intensão, sempre invisível. 

Ah Murilo



Filho estou descontrolada.
Hoje meus olhos encheram de lágrima de saber que vou escutar o seu coração.

Me ajuda a encontrar equilíbrio nessa rotina que eu me meti e traz a calma que eu preciso para te receber. 

Você gosta do sabor da água?


É lindo demais esse jeito que você me respeita.
Esse jeito de esperar o momento certo do "Oi, tudo bem?"

Sei que você está
Sei que você me vê
Sei que você escuta

É lindo demais esse jeito que você me espera.
O carinho intangível de apenas observar…

Nada de agora mesmo
Nada de efusividade
Nada de capricho

É lindo demais entender-se 
no silêncio.

Anos em meses


Faz um tempo que mora em mim a vontade de te escrever pela primeira vez. Tenho uma necessidade de registrar um agradecimento antecipado por você existir. É agradecimento em forma de amor, amor maior que eu.

Sabe, quando pessoas queridas me cobram presença e eu começo justificar a minha falta com uma lista de coisas que estou fazendo ao mesmo tempo, só duas reações são possíveis: como você consegue? - ou – não é possível! Mas o que talvez só seu pai saiba é que sim é possível e sim eu consigo, por causa de você.

Quando descobri que você estava a caminho fiquei igualmente desesperada, como se fosse a primeira vez de novo,  mas logo passou e só ficou amor. E mais que o amor, ficou a coragem de ser ainda mais forte quando você chegar. Então decidi continuar tudo que estava planejado, com você aqui dentro de mim.

Hoje, depois que tudo passou, vejo que sem você os atrasos continuariam atrasos por mais alguns anos. Por nós - eu/você/seu pai/seu irmão – sou muito maior, sou muito melhor, sou muito mais corajosa e forte.

Murilo, com você, até a escolha do nome foi mais simples e fácil. Mas, agora que enfrentei os meus medos, toda ansiedade guardada por meses veio a tona e eu só quero te ter nos braços.

Vem filho, estamos esperando você para fechar o time e fazer do nosso lar completamente feliz. 

Esgotamento previsto




Acabou a súplica calada
Já foi a opção de esperar
Passou o tempo da indireta
Finda a vontade de tentar

Receita


pra misturar água e azeite
separar o joio do trigo,


exercite a lei do mínimo esforço.
Acordar com dor de cabeça de tanto sonhar com tempo
Aquele tempo em que a liberdade não era subjetiva
Literalmente, é preciso saber a hora de voltar e
De ir, para um momento que era só meu.



Dissimulando



E daí você disfarça e finge que não sabe, que não entende.

Se faz desentendido só para escutar de novo
ouvir que me importo, que sofro
de saudade, de amor

e da dor que você deixou 

ao ir-se embora.

Trocando as lentes




Empolga-se 
conta a ideia mais mirabolante que teve na vida,
e sorri.

Enche o peito de contentamento,
explica os motivos
e sorri.


Espera aprovação
pede apoio 
e sorri.


(...)

Sorrindo sai
Sorrindo fica
Sorrindo está

Controle de presenças avulsas



De ausências propositais
Da saudade sem fundamento
Do vazio cheio de gente

E do tempo

que não passa,
não se limita e
não se resolve.

   Dias de verão
   Exala o perfume

   O cheiro da noite

Vinte nove, outra vez e para sempre


No hotel chegou sem se importar
Enquanto a moça permanecia
Ensaiando não lhe observar
Atrás do caixa, envaidecia

Ele sobe para se refrescar
Enquanto a moça o perseguia
Procurando as certezas comprovar
Na ponta dos pés a porta abria.

Tomada pela fragrância de sândalo
Busca pistas para poder justificar
O receio de provocar escândalo

Um barulho corta a atenção
E uma imagem faz despertar

Daqueles anseios, coração.

Da superficialidade que não te pertence


Tem dias que não encontramos a palavra que resuma uma sensação,
e isso



pesa
angustia
  inibi. 



As palavras, as pessoas, os sentimentos 
faltam.



Falta
e sempre vai faltar
você.

Adunco


Como conviver com a ida de quem ainda não foi, 
residir com a ausência de quem nunca esteve?



Hoje fiquei triste.
Infeliz em saber que não estará.

347


Sonhar com a memória produzida pela saudade 
só faz confundir o coração


(...)

Diadela

                        Ilustração: Juli Ribeiro

do acalento, do sopro, da leveza, da calma?

o nome de quem flutua pelo ar,
pelo tempo, pelas pessoas, pelas palavras?

De onde vem um sorriso tão sincero,
uma gentileza tão gratuita, uma atenção tão mutua?

(...)

Sei pouco, (menos do que gostaria)
a única certeza que tenho é que – aparentemente – pode ser genético,
próximo e real.

De um dia feliz, de todos os dias.

Yuna, pra vc!